Notas OficiaisGaleria de FotosTabela e Resultados
ClassificaçãoRegulamentoClubes Participantes
1ª Liga de Basquete Feminino - Notícias
Página Inicial da Competição
07/07/2010
CRIADA A LIGA DE BASQUETE FEMININO (LBF)


São Paulo — Com a chancela da Confederação Brasileira de Basketball (CBB) e com estatuto, conselho fiscal e administrativo aprovados, a Liga de Basquete Feminino (LBF) vai organizar o primeiro campeonato já em 2010. Estiveram presentes à reunião de lançamento da Liga a diretora do departamento feminino da CBB, Hortência Marcari; o diretor de Marketing da CBB, José Carlos Brunoro; o diretor da Brunoro Sports Business, Marcelo Dória; o diretor executivo da CBB, Luis Felipe Monteiro de Barros; o diretor técnico da CBB, André Alves; o presidente da LBF, Márcio Cattaruzzi; o vice-presidente da LBF, Mauro Chekin; além de representantes dos sete clubes que participaram do 12º Campeonato Nacional Feminino (CNBF 2009/2010): Catanduva (SP), Ourinhos (SP), Americana (SP), Santo André (SP), São Caetano (SP), Vasto Verde (SC) e Botafogo (RJ).

A LBF pretende organizar a competição feminina ainda este ano. Segundo o presidente da Liga, Márcio Cattaruzzi, todos os clubes se mostraram interessados e concordaram com a necessidade da criação de uma liga independente.

— A Liga de Basquete feminino (LBF) foi criada seguindo o modelo da Liga Nacional de Basquete Masculina (LNB). Foi apenas o primeiro passo de uma longa jornada que o basquete feminino terá pela frente. Nosso objetivo principal é a reestruturação da modalidade no Brasil. Os clubes entenderam que era preciso ter união. Cada um tem sua diversidade, mas precisamos buscar uma unidade — disse o presidente da Liga Feminina, Márcio Cattaruzzi.

A Brunoro Sports Business será responsável pelo marketing e comercialização da LBF. A CBB auxiliará nas inscrições das equipes, além de ceder árbitros para as partidas e acompanhar julgamentos do Tribunal de Justiça Desportiva. Os campeonatos organizados pela Liga de Basquete Feminino serão organizados pelos clubes.

— A Liga Nacional de Basquete (LNB) foi uma das melhores coisas que já aconteceu para o basquete brasileiro. Gostaria muito de ver uma competição no mesmo formato para o feminino. Precisamos enraizar um torneio forte para as mulheres e acredito que a criação da Liga ajudará na evolução do campeonato feminino, assim como aconteceu com a competição masculina — comentou o presidente da CBB, Carlos Nunes.